Well Morais

- Curiosidades da Língua -

Destro/ Destreza/ Esquerda/ Sinistro

O que é ter destreza, mostrar destreza? É ter habilidade, agilidade, aptidão. Mas o primeiro sentido que aparece nos dicionários para "destreza" é "qualidade de destro". E o que é "destro" (que se lê "dêstro", com o "e" fechado, segundo os dicionários)? É "direito", ou "que fica do lado direito".

Como a maioria das pessoas tem mais agilidade com a mão direita (destra) do que com a esquerda, a habilidade acabou sendo chamada de "destreza".

E quem tem habilidade com as duas mãos é "ambidestro"; quem não tem com nenhuma é "ambiesquerdo".

Voltando aos destros, veja agora um dos tantos caprichos da língua portuguesa: "destro" se escreve com "s", mas em muitas palavras compostas em que entra esse elemento aparece o "x" da raiz latina ("dextru, dexter"): dextrocardia, dextrocerebral, dextrofobia, dextropedal, etc.

Ainda com relação ao sentido que as palavras adquirem, é interessante notar o que ocorre com "esquerdo". A palavra vem do vasconço, ou seja, da língua do País Basco. Em latim, "esquerdo" é "sinistru, sinister". E o que é "sinistro", em português? Além de "esquerdo" ("Mal podia a mão sinistra vibrar a sangrenta espada", escreveu Gonçalves Dias), "sinistro" tem vários sentidos ligados à idéia de temor, ameaça, mau agouro, maldade etc. Em linguagem securitária (do ramo de seguros), o sinistro nada mais é do que o próprio acidente. Tudo porque o "bom", o "normal" é o destro; o esquerdo (o sinistro) é "anormal".

(85) 9986-0747 - contato@wellmorais.com.br - /EscritorWellMorais
©2015 Well Morais. Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: RD Comunicação com Twitter Bootstrsp & CMS Made Simple